.

.

Seleccione Linguagem

Hexagrama 48. Ching / O Poço



 Não fique preso a convenções. Elas só escurecem a sua visão cósmica.


O I Ching é nossa fonte de verdade e alimento, assim como um meio de ter acesso à Verdade
Universal. Após milhares de anos, o I Ching continua sendo um Poço generoso, tornando a verdade acessível a todos que a procuram e estão dispostos, de fato, a conhecê-la.

A capacidade para entender os seus conselhos, porém, depende do nosso estado mental e espiritual. Perguntas frívolas, por exemplo, só podem render respostas incompreensíveis ou inadequadas. Da mesma forma, quando nosso esforço em ouvir o I Ching é desprovido de entusiasmo e sinceridade, não conseguimos obter nenhuma respostas inteligível. É como se a corda não tivesse chegado ao fundo do Poço. Quando desconfiamos dos conselhos do I Ching ou os ignoramos, também não obtemos nenhum benefício de sua consulta.

Receber este hexagrama significa que não estamos realmente interessados em seguir a instrução do I Ching. Nossa atitude em relação a ele é indiferente ou insensível. O Poço mostrado no hexagrama simboliza também nosso autoconhecimento, o que quer dizer que devemos nos desenvolver, nos empenhar mais em compreender a natureza humana e lidar com ela. Acima de tudo, não devemos ficar fixados nos padrões convencionais de ver o funcionamento das coisas. Somente quando nos libertamos desses padrões convencionais é que poderemos nos relacionar com os outros de forma construtiva. Assim como a água extraída de um Poço é pura e cristalina, também devemos nos apegar ao que é puro e cristalino na nossa natureza, cultivando a sinceridade e a simplicidade. Neste sentido, o hexagrama nos aconselha a nos apegar apenas ao que é essencial e rejeitar o trivial. Ele indica ainda que alguma dúvida está inibindo nosso aprendizado do I Ching. 

Para nos beneficiarmos de seu conselho, é fundamental que estejamos desprovidos de motivos pessoais e egoístas, de idéias preconcebidas e do materialismo. Buscando um ponto de vista mais Cósmico e transcendente.

(Texto elaborado por Wu Fang)

3 comentários:

Daise disse...

Olá Carla, me chamo Daise e, há algum tempo venho me interessando pelo I Ching. Descobri seu blog na minhas buscas por interpretações e gostei muito!
Estou interessada em aprofundar meus conhecimentos sobre o I ching. Você me indicaria um caminho para isso? Moro no Rio de Janeiro.
Desde já, agradeço!

Daise disse...

Olá Carla! Tenho consultado o I Ching há algum tempo e tenho sentido vontade de aprofundar meus conhecimentos.
Percebo ser muito profundo e complexo, e nem sei por onde começar meus estudos!
Moro no Rio de Janeiro. Poderia me indicar um caminho?
Desde já agradeço!
Paz e luz!!!

Andréia disse...

Ola Carla,
Sua interpretação é simplesmente fantastica!
Obrigado por compartilhar conosco!

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog