.

.

Seleccione Linguagem

Hexagrama 46. Shêng / Ascensão



A ajuda do Cosmo nos orienta rumo ao sucesso. Basta aproveitarmos.


Este hexagrama se refere a um crescimento imediato não só de nós mesmos, mas também das pessoas ligadas intimamente a nós. Quando nos esforçamos sinceramente para combater nossos medos e inseguranças, e acreditamos no bom potencial dos que nos rodeiam,  impulsionamos a nós e aos outros para o alto. Ao destruirmos nossas defesas e desarmarmos nossas armadilhas, mantemos a independência interior e nos entregamos à influência do Sábio. E, com humildade, atraímos as boas energias do Cosmo.

Nesta ascensão descrita pelo hexagrama, estamos muito conscientes de nossos sentimentos e libertos do ego. Ele não tem mais o poder de antes para nos controlar e escravizar. Agora, estamos com a mente mais aberta, dispostos a aceitar a evolução natural das coisas e não interferir nos acontecimentos. Esta humildade acaba por, naturalmente, atrair a ajuda do Poder Superior.

A humildade inclui a prática de não olhar para frente, ou seja, não tentar antecipar o que acontecerá, o que decorrerá de determinado gesto ou comportamento nosso. É preciso que sejamos pacientes e perseverantes no dia-a-dia. As atitudes não devem ter um fim em si mesmas. Ao contrário, devem ser praticadas como quem não espera nada em troca, como se nenhum resultado fosse esperado daquilo. Isso significa também que não podemos esperar o reconhecimento dos outros. Não nos cabe destacar nosso bom comportamento na tentativa de nos mostrarmos bons aos olhos dos outros e recebermos, assim, elogios e aprovação. Nada disso é necessário para obter progresso. Devemos apenas confiar no poder da verdade e, aí sim, as mudanças virão. Lentamente, mas virão. E serão duradouras. Qualquer empenho ou esforço de nossa parte é dispensável. Só atrasará nosso progresso e criará obstruções no nosso caminho.

Texto elaborado por: Wu Fang.


Ao Equilíbrio!

Hexagrama 45. Ts'ui / Reunião.



   Não duvide. Confie na sua fé, nos seus princípios e na chegada da Paz.


Este hexagrama nos aconselha a ficarmos preparados para a discórdia, quando as pessoas se reúnem em grupos, e para o surgimento de imprevistos. Sua mensagem se dirige aos que assumiram ou estão prestes a assumir uma liderança. Esses precisam de firmeza de caráter para lidar com a situação.

Para o I Ching, sempre estaremos liderando algum grupo. Nosso papel no grupo não é paternalista, não nos cabe indicar caminhos, dar conselhos ou determinar comportamentos. Nossa função é apenas seguir o bem dentro de nossa própria vida. Automaticamente, sem termos que fazer força nenhuma, a mensagem será transmitida aos demais.

A verdadeira liderança não é aquela instituída formalmente, mas sim a que exercemos naturalmente quando nos relacionamos com firmeza e simplicidade. O líder pode ser homem, mulher, jovem ou velho. Não importa. O importante é que, ao recebermos as orientações do Sábio, automaticamente assumimos uma responsabilidade sobre os demais. Temos a função de orientar quem ainda não galgou os mesmos degraus que nós. Isso, porém, ocorre de forma natural, sem que tenhamos que assumir um posto oficial de líder. É comum também recebermos este hexagrama como um lembrete de que não podem se realizar grandes coisas enquanto não adquirirmos estabilidade interior. Eventos externos não podem atrapalhar nosso percurso, levando-nos a vacilar, a duvidar de nosso Eu Interior. 

Também podemos receber este hexagrama se estivermos desapontados por não termos alcançado o progresso esperado. Precisamos compreender, porém, que, antes das mudanças óbvias, precisam acontecer as invisíveis. Cada coisa acontece no seu tempo devido. O Sábio diz que o progresso é alcançado a passos miúdos, que não podem ser medidos nem observados por nosso ego. Enquanto isso, devemos manter a atitude de espera.

Texto elaborado por: Wu Fang.


Pesquisar neste blog