.

.

Seleccione Linguagem

É necessário estarmos em contato com o Tao.

                                      
Para uma interpretação digna de confiança do I Ching, é necessário estarmos em contato com o TAO. Recordo-me de O Grande Tratado( O Grande Comentário)Ta Chuan (Também denominado Hsi Tz’u, comentário aos julgamento anexos.)Primeira e segunda Asas - Atribuídas ao Rei Wên de Chou(aproximadamente 1150 a.C.). Transcrevo abaixo: Capítulo 8. Sobre o uso do Livro das mutações. 

As Linhas.

1- O livro das Mutações é uma obra da qual o homem não
Deve se manter distante. Seu Tao está em perpétua mutação - Modificação, movimento sem descanso fluindo através de seis posições vazias; subindo e descendo sem cessar. O firme e o maleável mudam. Não se pode contê-los numa regra; aqui só a mudança atua.

2- Eles entram e saem de acordo com ritmos fixos.
No interior ou no exterior, ensinam a cautela.

3- Mostram também a preocupação e a pena, e suas causas.
Se não tens um mestre, aproxima-te delas como de teus Pais.

4- Toma primeiro as palavras, medita sobre seu significado.
Então, regras fixas se revelarão. Mas se não és o homem certo, o sentido não te será revelado.

Numa prosa um tanto rítmica e rimada, exorta-se aqui ao estudo assíduo do Livro das Mutações. O texto enfatiza usando termos elogiosos que a mudança Contínua é a regra do Livro. Concluindo, chama-se a Atenção para o fato de que uma capacidade interior é essencial para a compreensão do Livro, sem o que ele permanecerá fechado a sete chaves: se aquele que consulta o oráculo não está em contato com o Tao, não recebe uma resposta inteligível, Uma vez que não seria de nenhuma valia.


(I CHING – O Livro das Mutações – Richard Wilhelm)



Luz e Sabedoria! 

Carla Cristina Filizzola.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog